» Leia mais"/> » Leia mais">

Lindolf Bell

Lindolf Bell nasceu em Timbó, Santa Catarina, em 1938, e faleceu em 10 de dezembro de 1998, em Blumenau. Transferiu-se para o Rio de Janeiro em 1957, iniciando o curso, que não concluiu, de Ciências Sociais na Universidade Federal. Em 1962, publicou Os póstumos e as profecias, e fixou residência em São Paulo. Cursou dramaturgia na Escola de Arte Dramática, participou do movimento Literário Tendências Contemporâneas (1962) e integrou o grupo de novos poetas (1963), colocando poemas-murais na Biblioteca Mário de Andrade.

 

Em 1963 recebeu o Prêmio Governador do Estado e em 1964 fundou o movimento Catequese poética. Publicou, nesse período, Os ciclos (1964), Convocação (1965), Curta primavera (1966), Atarefa (1966) e Antologia Poética (1967). Em 1968 foi bolsista no International Writing Program, da Universidade de Iowa (EUA). Em 1971 publicou As annamárias, participou do Congresso de Poesia Brasileira, em Fortaleza (CE), e em 1972, da Pré-Bienal de São Paulo, com poemas-objetos.

Livros em destaque