Sílvio Lancellotti

10 de maio de 2018

Sílvio Lancellotti chegou a se formar em arquitetura, mas descobriu por acaso sua efetiva vocação, o jornalismo, ao se deparar, na antiga revista Realidade, com a solicitação de currículos de jovens com patente universitária. Era o embrião de um curso que redundaria na equipe de base da revista Veja. Em setembro de 1968, passou a integrar, como redator, a editoria “Internacional” desse semanário. Daí, a sua carreira explodiu, sem que desistisse das pranchetas e das réguas, suas parceiras de fim de semana. Da Veja se transferiu à Istoé, já como redator-chefe. E, paralelamente, se tornou diretor de premiados musicais na rede Bandeirantes de televisão. Foi ainda colunista da Folha de S.Paulo e de O Estado de S. Paulo, diretor da Vogue, Senhor-Vogue e Gourmet-Brasil, comentarista esportivo da Bandeirantes, da Manchete e da Record. Apresentou, em diversas emissoras, por quase vinte anos, prestigiados programas de culinária.