Para querer bem

Para querer bem
Autor (a) : Manuel Bandeira
Organizador (es) : Bartolomeu Campos de Queirós

Sinopse

Em Para querer bem, com bom humor e rigor estético, Bandeira eterniza a felicidade singela e sincera, a alegria dos jogos e brincadeiras, a beleza irretocável de uma estrelinha no céu. Como num passeio à infância, em que tudo ganha mais som e cor, pode-se sentir na boca o sabor das doces lembranças infantis com estes versos que avivam a memória até do leitor mais desatento, e despertam em nós a capacidade de apreciar o que há de simples e bonito na vida.

Cloc cloc cloc…/ Saparia no brejo?/ Não, são os quatro cãezinhos policiais bebendo água. A simplicidade com que o poeta canta sentimentos tão complexos e universais torna sua poesia uma experiência literária inesquecível.